Gráfico decrescente

Projeção do crescimento da demanda por energia é revista para baixo

A CCEE divulgou a 2ª Revisão Quadrimestral da previsão de carga para 2019-2023. Com a redução pela metade da expectativa de evolução do PIB em 2019 e o baixo desempenho industrial, a projeção do crescimento da carga para 2,7% no ano, uma diminuição de 0,7 pontos percentuais em relação às estimativas de abril (3,6%).

De acordo com o relatório, a recuperação da economia está acontecendo em um ritmo abaixo do esperado, o que impactou as previsões de crescimento do PIB, revisto de 2,2%, em 2019, para 0,9%, e de 2,7%, em 2020, para 2%. A partir de 2021, as instituições mantiveram o cenário macroeconômico otimista, tendo como premissa a retomada significativa dos investimentos devido a maior confiança, com destaque para o setor de infraestrutura.

Apesar da redução significativa nas projeções deste ano, a tendência é que a carga apresente recuperação no longo prazo, portanto, as previsões para o período de 2019 a 2023 permanecem otimistas, com crescimento 3,8% ao ano.

Fonte: CCEE