Leilão de Transmissão 002/2019

Verificada o planejamento estratégico do SEB, conforme o cronograma de Licitações de Concessões do Serviço Público de Transmissão de Energia Elétrica nos exercícios de 2019, 2020 e 2021, a ANEEL realizou o leilão de Transmissão 002/2019.

Mesmo sendo um leilão menor que os anteriores, tendo um terço do porte do leilão 02/2018, o leilão de Transmissão 02/2019, realizado no dia 19 de dezembro, contou com concorrência de lances nos lotes levando ao maior ágio dentre os últimos realizados. A redução da Remuneração Anual Permitida (RAP) dos ativos confirmam o desejo de empreendedores do setor em investir nos ativos de transmissão e ao mesmo tempo é uma boa notícia para os consumidores finais que remuneram os ativos.

Fazendo um comparativo com o último leilão de transmissão realizado em 2018 onde o limite superior da RAP aos ativos antes das aberturas dos lances aproximava-se a R$ 2,1 mi ano, o leilão realizado 02/2019 tinha limite superior de R$ 0,7 mi. Quando avaliamos o resultado da RAP dos empreendimentos vencedores do último certame verificamos ganhos de concorrência de lances comparado aos leilões anteriores, o deságio geral verificado foi recorde, sendo de 60,3%, já o deságio de 2018 foi de 46,1%.

São previstos investimentos da ordem de R$ 4,18 bilhões em 33 empreendimentos, com expectativa de geração de 8.782 empregos e prazo de obras entre 36 e 60 meses.

O edital atenderá às necessidades da região serrana do Estado do Rio Grande do Sul (lote 01), microrregião de Ribeira do Pombal na Bahia (lote 02), Zona da Mata e Região da Mantiqueira em Minas Gerais e Rio de Janeiro (lote 03), de escoamento de Geração na SE Suape II em Alagoas (lote 04), de suprimento à Região de Novo Progresso no Mato Grosso e Pará (lote 05), de escoamento do Potencial de Fotovoltaica/Biomassa na Região Noroeste do Estado de São Paulo (lote 06), de atendimento ao Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba em minas Gerais (lote 07), de atendimento às Cargas da SE Milagres no Ceará (lote 08), de atendimento à região Oeste da Bahia (lote 09), de atendimento à Região Metropolitana de Salvador na Bahia (lote 10), de integração de Cruzeiro do Sul e Feijó ao Sistema Interligado no Acre (lote 11), e de atendimento ao Extremo Sul da Bahia (lote 12).



Right Menu Icon