Criticidade Hidrológica e Encargos de Serviços de Sistemas (ESS)

Criticidade Hidrológica e Encargos de Serviços de Sistemas (ESS)

Desde outubro de 2020 os consumidores do Mercado Livre têm sido surpreendidos com os altos valores dos Encargos de Serviços de Sistemas (ESS).

No post sobre “Encargos ESS e ERR“, explicamos quais custos compõem o ESS. Em resumo, no ESS são incorporados os custos do despacho de termoelétricas fora de ordem de mérito, importação de energia, dentre outras medidas que buscam manter a confiabilidade e segurança do sistema elétrico.

Criticidade Hidrológica

Devido a criticidade do atual período hidrológico brasileiro (os atuais níveis de chuva estão entre os priores dos últimos 90 anos), o volume de água armazenado nos reservatórios das usinas hidrelétricas está comprometido.

Para mitigar os impactos, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) decidiu despachar usinas termelétricas adicionais ao indicado pelos softwares de otimização energética usados no setor elétrico – Newave, Decomp e Dessem, e importar energia da Argentina e do Uruguai.

Quando o custo de geração das termelétricas é superior ao valor do PLD, a diferença é cobrada dos consumidores na forma de ESS.

Com as previsões de níveis críticos de chuva para 2021, as ações que garantem a segurança do sistema elétrico terão que ser mantidas. Portanto, os valores do ESS tendem a permanecer altos ao longo do ano.

Repercussões sobre o ESS alto

De acordo com o pronunciamento da Associação Nacional dos Consumidores de Energia (ANACE) , a entidade está dialogando com os agentes em busca de soluções em defesa dos consumidores que sofrem forte impacto nas contas.

Uma das ações adotadas foi discutir com o Ministério de Minas e Energia (MME) a possibilidade de alteração da metodologia do despacho adicional. Deseja-se que o modo de cálculo de ESS seja formulado pelos softwares de otimização do setor elétrico, fazendo parte do PLD e reduzindo seu custo.

Conforme desejado pela ANACE, a medida fará com o custo de energia no mercado de curto prazo balizado pelo PLD fique mais elevado e seja pago pelas empresas que não estão plenamente contratadas, e não seja somente custeado pelos consumidores.

Tags:


Right Menu Icon