O que é o Mercado Livre de Energia?

“Um ambiente competitivo de negociação de energia elétrica”

– Henrique Siqueira, diretor executivo.

O Mercado Livre de Energia é um ambiente de negócios que possibilita a consumidores negociar livremente condições comerciais para compra de energia, diretamente com geradores ou comercializadores. Nessa modalidade, o consumidor pode alcançar economia de até 35% em relação ao Ambiente de Contratação Regulado (ACR).

 

Os consumidores que optam pelo Mercado Livre de Energia passam a receber uma fatura referente ao serviço de distribuição, emitida pela concessionária local, e uma ou mais faturas referentes à compra de energia, emitida pela comercializadora responsável.

 

A migração para o Ambiente de Contratação Livre (ACL) requer análises financeiras e de consumo, para que seja contratado o montante de energia ideal com o menor preço possível, maximizando a economia do consumidor.

mercado livre de energia
Ambiente de Contratação Regulado (ACR)
  • Compra de energia da Distribuidora Local
  • Tarifas de energia e distribuição/transmissão (TUSD/TUST) reguladas pela ANEEL
  • Reajustes tarifários determinados pela ANEEL
  • Volume de acordo com a energia consumida
Ambiente de Contratação Livre (ACL)
  • Compra de energia diretamente do Gerador/Comercializador
  • Preço da energia livremente negociado entre as partes
  • Dependendo do tipo de energia é possível conseguir concessão de descontos na TUSD/TUST
  • Reajuste conforme indexador pactuado entre as partes
  • Volume de energia contratado livremente negociado entre as partes
Tipos de energia
Convencional
  • Fontes convencionais de geração térmica e grandes hidroelétricas
  • Não há concessão de desconto nas TUSD/TUST
Convencional Especial
  • Fontes alternativas de energia renovável, que injetem entre 30 e 50 MW de potência na rede de distribuição ou transmissão (PCHs, solar, eólica e biomassa)
  • Não há concessão de desconto nas TUSD/TUST
Incentivada especial
  • Fontes alternativas de energia renovável, que injetem até 30 MW de potência na rede de distribuição ou transmissão (PCHs, solar, eólica e biomassa)
  • Concessão de 100%, 80% e 50% de desconto nas TUSD/TUST conforme autorização da ANEEL

Right Menu Icon