Diretor da Aneel promete mudança no cálculo das bandeiras tarifárias

A ANEEL deliberou no dia 26 de fevereiro, sobre a abertura de audiência pública para discutir o aprimoramento dos critérios para o acionamento das bandeiras tarifárias, a vigorar de maio de 2019 a abril de 2020. A proposta é no sentido de considerar sazonalização 100% flat como critério para acionamento de bandeira; caso medida já estivesse em vigor, bandeira seria vermelha em fevereiro.

A audiência também discute os custos adicionais do acionamento das bandeiras tarifárias que ficarão mais altos entre maio desse ano e abril de 2020 e podem passar de R$ 1,00 para R$ 1,50 na bandeira amarela; de R$ 3,00 para R$ 3,50 na vermelha patamar 1 e de R$ 5,00 para R$ 6,00 no patamar 2. Os valores calculados pela Agência Nacional de Energia Elétrica ficarão em audiência pública de 27 de fevereiro a 1º de abril.

Implementadas em 2015, as bandeiras tarifárias surgiram como uma forma de sinalizar ao consumidor final o custo da energia. A utilização das cores verde, amarela e vermelha indicam quando haverá ou não acréscimo no valor do quilowatt-hora consumido em um determinado mês, em função das condições de geração de eletricidade. A medida também teria a função de antecipar receitas às distribuidoras de energia, evitando que estas tenham problemas no fluxo de caixa.

(Fonte: Canal Energia)



Right Menu Icon